terça-feira, 9 de novembro de 2010

Tenho saudades


Tenho saudades.
Tenho saudades do sol a aquecer-me as mãos.
Tenho saudades dos abraços apertados nos dias de chuva.
Tenho saudades de correr para os teus braços e de sentir o teu perfume.
Tenho saudades de quando me contavas uma história antes de dormir, se é que o fazías.
Tenho saudades de quando me aconchegavas os lençois, mesmo que não me lembre.
Tenho saudades de não me lembrar das desilusões e das perdas.
Tenho saudades.

1 comentário:

Leitores SOS Murça disse...

A poesia é quase música, disse Eugénio de Andrade (que adoro com todo o coração) e tu conseguiste, com repetições, quase música. Muito bonitas as tuas palavras a pingarem de emoção. Bjinho

Patrícia F.