quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Respirar, para quê?

Para quem não sabe, a Madeira está repleta de túneis, uns maiores outros mais pequenos, a verdade é que aquilo por vezes parecesse mais com um queijo daqueles todos furados (aqui a ignorante da Caridee não sabe o nome). Em tempos tive a explendida ideia de tentar não respirar enquanto passava por um túnel, por acaso até estava com a Fo e ela quando me viu num estado já arroxeado me eprguntou que estava a fazer. É verdade, pus isto em acção durante as férias, resultado, quando andava de carro estava mais vezes a suster a respiração do que o contrário, até que desisti, uma ideia tão estupida como aquela não deveria ter existido, ams pronto.
Final da história, agora sinto-me feliz por respirar enquanto passo por um túnel.

1 comentário:

FO ( um nome enorme) disse...

não me lembro, mas naquele momento deve me ter passado uma lista de pessoas normais, com quem devia ter travado amizada!!